Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso CELG 2017: Saiu o edital para nível médio e superior! Até R$ 7.890,24!

Saiu o edital da Geração e Transmissão de Goiás (Concurso CELG 2017). De acordo com o documento de abertura, serão oferecidas 19 vagas em cargos de nível médio e superior em diversos cargos da empresa. Os aprovados serão contratados sob regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

O Centro de Seleção da Universidade Federal de Goiás (UFG) coordenará o concurso CELG Geração e Transmissão de Goiás 2017. As oportunidades são destinadas aos cargos de Administrador (1), Analista de Infraestrutura em Tecnologia da Informação (1), Engenheiro de Meio Ambiente (1), Engenheiro Eletricista (4), Técnico Industrial em Eletrotécnica (5) e Auxiliar Técnico (7).  Serão reservadas 05% das vagas às pessoas com deficiência, conforme previsto no Decreto Federal nº 3.298, cujas atribuições do cargo sejam compatíveis com a deficiência.

Salários e Benefícios do Concurso CELG Goiás 2017

Os salários oferecidos pela empresa oscilam entre R$ 2.079,48 e R$ 7.890,24. Além disso, os aprovados nos cargos vão contar com plano de saúde, programa auxílio-refeição/alimentação, seguro de vida em grupo, previdência complementar, entre outros benefícios.

Atribuições e requisitos dos cargos

O cargo de Analista de Gestão – Área de Administrador terá missão de pesquisar, organizar, planejar, analisar, assessorar e executar serviços técnico-administrativos, referentes às áreas de recursos humanos, material, finanças, organização e métodos e outras, estabelecendo princípios, normas e funções; promover estudos de racionalização; controlar o desempenho organizacional; prestar assistência ou assessoria técnica; dirigir veículos da Empresa, quando necessário, mediante autorização; entre outras tarefas. Para o cargo, além da escolaridade, será necessário inscrição no Conselho Regional de Administração (CRA) e Carteira Nacional de Habilitação (B);

Já o aprovado no cargo de Analista Técnico (Analista de Infraestrutura em Tecnologia da Informação T.I) terá que Prestar suporte e manutenção de servidores e data center, planejar capacidade e desenvolver projetos de melhorias dos serviços corporativos. Realizar criação de usuários e manutenção de grupos para concessão de privilégios com permissão de acesso. Implantar servidores, incluindo configuração de clusters para alta disponibilidade com acompanhamento e cumprimento das políticas dos recursos computacionais, entre outras funções. Além de graduação, será necessário Carteira Nacional de Habilitação (B);

O Analista Técnico, especialidade Eletricista, tem missão de Projetar, planejar e especificar sistemas e equipamentos elétricos e obras de engenharia elétrica; preparar plantas, manuais e instruções técnicas; analisar e coordenar análise de pedidos de liberação de cargas; orientar clientes especiais; entre outras atribuições. A graduação e Carteira Nacional de Habilitação (B) será necessário para investidura ao cargo;

O Analista Técnico, área de Engenharia de Meio Ambiente, Coordenar, supervisionar e orientar tecnicamente os trabalhos desenvolvidos pelas consultorias contratadas, para elaboração de estudos exigidos pelo órgãos ambientais no processo de licenciamento dos empreendimentos que serão implantados pela CELG GT, vistoriar em campo a elaboração de projetos e na implantação dos empreendimentos da empresa; elaborar laudo de viabilidade técnica e econômica dos trabalhos a serem executados, entre outras atribuições especificadas no edital de concurso CELG 2017. O certificado de nível superior e Carteira Nacional de Habilitação (B) será necessário.

Já para Técnico, cargo que tem requisito de nível médio, há vagas para Técnico em Operações: Técnico Industrial em Eletrotécnica que terá papel de Inspecionar equipamentos; efetuar levantamentos, coordenar e/ou executar, planejar, elaborar e/ou analisar, programas de implantação, ampliação, serviços de montagem, desmontagem, manutenção preventiva e corretiva em linhas de transmissão e redes de distribuição, subestações, usinas e unidades consumidoras; inspecionar e/ou comissionar, preparar resultados de ensaios; cadastrar, fiscalizar e controlar a aplicação de materiais empregados em obras de linhas de transmissão, entre outros. Será necessário Certificado de conclusão de Ensino Médio Profissionalizante em Técnico Industrial na área e Carteira Nacional de Habilitação (B).

Por fim, haverá vagas para Assistente de Operações: Auxiliar Técnico, que terá missão de auxiliar na elaboração de projetos de implantação, ampliação, modificação e manutenção em equipamentos; coordenar, fiscalizar ou supervisionar a execução de serviços de construção, manutenção, inspeção e comissionamento em usinas, oficinas, subestações, linhas de transmissão, unidades consumidoras e linhas de distribuição; entre outros. Será exigido o nível médio completo, além de curso de formação de eletricista em linhas e redes de distribuição e Carteira Nacional de Habilitação (B).

topapostilas.com.br

Inscrição CELG 2017

As inscrições no Concurso CELG 2017 poderão ser realizadas até 07 de abril de 2017, no endereço eletrônico da organizadora (www.cs.ufg.br). A taxa de inscrição custará:

a) Analista Técnico: R$ 150,00;

b) Analista de Gestão: R$ 150,00;

c) Técnico em Operações: R$ 80,00; e

d) Assistente de Operações: R$ 60,00.

Provas

Os inscritos no Concurso CELG 2017 serão avaliados por provas objetivas (todos), discursiva (nível superior) e aptidão física (somente técnico industrial/eletrotécnica e auxiliar técnico).  As avaliações serão aplicadas na data prevista de 07 de maio de 2017 na cidade de Goiânia (GO). Os locais e horários serão divulgados a partir do dia 03 de maio de 2017. Os gabaritos serão liberados no mesmo dia de aplicação de provas, no site já citado.

De acordo com o edital de concurso CELG 2017, a prova objetiva contará com 50 questões (nível médio) e 60 questões (nível superior), sendo que cada uma contará com 4 (quatro) alternativas (a, b, c, d), das quais apenas uma é a correta. A avaliação terá valor máximo de 20 pontos, sendo classificado o candidato que obtiver nota igual ou superior 50% do valor total da prova.

A validade do concurso será de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Leia Também:

Comentários estão fechados.