Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Argentina anuncia vacinação contra a Covid-19 a partir de terça-feira

Após o país passar por avanço crítico do Covid-19, Argentina anuncia vacinação para essa semana. Além disso, foi fechado acordo com a Rússia para a aquisição da vacina Sputnik V

As primeiras doses já chegaram no país. Desse modo, durante a semana serão entregues nos centros de vacinação. Portanto, garantindo que até o outono pessoas no grupo de risco sejam vacinadas. Confira mais informações no artigo sobre o processo.

Argentina anuncia vacinação

Com o estado sério do coronavírus no país, o presidente da Argentina anuncia vacinação. Sendo assim, a partir de terça feira cerca de 300 mil doses estarão disponíveis. 

Para o presidente, é necessário que faça-se a vacinação contra o Covid-19 antes do outono. Assim, garantindo que a população do grupo de risco seja a primeira a ser vacinada. 

Além disso, para ele é muito importante que sejam tomadas todas as medidas de prevenção. Portanto, entendendo que o risco existe e que é importante que ocorra distanciamento.  

Primeiras doses já estão no país e Argentina anuncia vacinação 

As primeiras doses da vacina russa Sputnik V já estão no país. Portanto, ainda essa semana já serão distribuídas, por caminhões, para todas as localidades argentinas. Contudo, apenas Terra do Fogo e Santa Cruz receberam suas doses por meio de aviões. 

Aprovou-se, com urgência, pelo ministério da saúde argentino, a vacina russa. Então, torna-se a primeira autorização registrada da América Latina. 

Costa Rica, México e Chile escolheram outro medicamento. Além disso, México foi o primeiro país latino a iniciar a vacinação do Covid-19. Assim, garantindo a segurança da população. 

Presidente será o primeiro a vacinar-se

A Argentina anuncia vacinação contra a Covid-19 e o presidente será o primeiro a receber a dose. Assim, a população fica mais confiante para participar da campanha.

Então, após o presidente, pessoas do grupo de risco e profissionais da saúde receberam as doses. Além disso, ele acordou com a empresa para que até março receba mais 10 milhões de doses. Essa é uma forma de garantir-se a vacinação de todos.

Aprovação para uso

A agência responsável por aprovar medicamentos na Argentina, não deu parecer positivo para a AstraZeneca. Dessa forma, comercializa-se apenas a Pfizer/BioNtec e a Sputnik V. 

Enquanto a Argentina inicia a vacinação o Brasil segue sem um plano. Portanto, é preciso que a população continue em quarentena. Assim, é maior a possibilidade de redução nos casos da doença. Também não esqueça de usar máscara e álcool gel.

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.