Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Colorado detecta o primeiro caso de variante do coronavírus nos Estados Unidos

Os Estados Unidos acharam o primeiro caso de variante do coronavírus no país. Segundo as autoridades de saúde, a cepa foi encontrada no estado do Colorado.

As autoridades dizem que o portador é um homem com seus 20 anos. Bem como, não teve contatos recentes e não possui histórico de viagens. Segundo as autoridades, serão identificados as possíveis relações para casos potenciais.

Os primeiros casos da nova cepa no continente americano foram descobertos no Canadá. Com isso, ao total são 26 países com a variante britânica B.1.1.7. Assim sendo, a cepa está em 3 países da América, sendo o Chile o terceiro.

Primeiro caso de variante

Existem temores de que essa nova cepa da Covid-19 seja bem mais transmissível. Em outras palavras, significa que ela pode ser até 74% mais contagiosa. Contudo, os pacientes confirmados não apresentam gravidade.

Além desse primeiro caso de variante, já foram identificadas outras 3.000 segundo a ECDC. Entretanto, até o momento, apenas a achada no Reino Unido traz um maior temor.

Este mês tem se mostrado o pior em mortes por coronavírus nos Estados Unidos. Dessa forma, já foram registrados mais de 70.395 óbitos, desde o dia 1º. Sendo que, no último dia 30, o país chegou ao recorde de 3.718 óbitos.

Até o dia 30 deste mês, são mais de 19,6 milhões de casos. Além disso, também houve mais de 342.289 mortes. Logo, os Estados Unidos lideram o quadro da Covid-19 no mundo.

O primeiro caso de variante, é uma preocupação mundial, mesmo com o avanço da vacina. Portanto, será importante que as pessoas não baixem a guarda. Vale lembrar, que o processo de vacinação será lenta e gradual em todo o mundo.

Será preciso continuar com as medidas de prevenção até que tenha um bom alcance. Conforme, alguns países que já começaram a vacinação, esta deve ser feita até 2022. Dessa forma, estendendo por, pelo menos, mais um ano as medidas preventivas.

A vacina e o Brasil

O Brasil, que não está numa boa posição de corrida pela vacina. Ainda busca mudanças para a aprovação emergencial. Com isso, a Anvisa está alterando algumas regras para facilitar o processo de aprovação. 

Dessa forma, o fato da Anvisa mudar regras facilita a análise sobre outros países já adiantados. Com isso, acelera o início da imunização no Brasil. Logo, o governo federal planeja iniciar a vacinação no final de janeiro.

Em contrapartida, existe uma chance do país superar os valores de contaminação e óbitos, logo depois das festas de final de ano.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.