Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Câmara avalia o Concurso TST 2016! Edital terá diversas vagas com salários de R$10mil

Em breve será divulgado um dos editais mais concorridos da área de concursos públicos. Isso porque, o concurso do Tribunal Superior do Trabalho (Concurso TST 2016), que ainda não está marcado, mas que 270 vagas de analista judiciário, na área judiciária, foram aprovadas na Câmara, seguindo para o Senado. O Projeto 7.902/14, de autoria do próprio tribunal, tramita em caráter conclusivo, ou seja, após passar pelas comissões, só vai a Plenário se houver recurso, o que dificilmente acontece.

Neste mês, fevereiro de 2016, os candidatos poderão contar com novas notícias referentes ao concurso TST 2016. O Projeto de Lei da Câmara nº 100, de 2015, voltará a tramitar no Senado, porém não há como precisar quando o projeto de lei entrará na pauta dos senadores, mas ele já tem condições de ir à plenário em fevereiro. O Legislativo costuma referendar projetos de criação de cargo do Judiciário, até para preservar a independência entre os poderes da república, a tendência é que o projeto seja aprovado, o que já abre possibilidade de nova seleção pública para o tribunal.

O que se sabe sobre o concurso TST 2016, é que ao menos 270 oportunidades serão oferecidas para função de analista judiciário, cujo preenchimento ocorrerá por meio de concurso público. Na própria justificativa apresentada na proposta de criação dos 270 cargos de analista, o presidente do TST, ministro Antonio José de Barros Levenhagen, informou que as vagas para analistas judiciários na Área Judiciária, “está aquém do ideal”. Além disso, Antonio informou que especialistas atuam na atividade finalística do tribunal, o que torna necessária “maior alocação de pessoas de qualificação profissional compatível”.

O último concurso do TST 2016 aconteceu em 2012, com validade até este ano. Logo, se as vagas forem aprovadas, é possível que o órgão não demore muito, após o fim do prazo de validade, para abrir o novo edital.

Comentários estão fechados.