Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Pacheco cobra MP do auxílio emergencial

Rodrigo Pacheco anuncia que o Senado vai discutir a instauração da CPI da Covid-19 em breve (Imagem: Senado) auxílio emergencial
Rodrigo Pacheco anuncia que o Senado vai discutir a instauração da CPI da Covid-19 em breve (Imagem: Senado)

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou que o ponto alto da Emenda Constitucional 109/2021 é a possiblidade do governo federal editar, desde já, medida provisória que institua um auxílio emergencial nos próximos meses. Pacheco falou com jornalistas após a sessão de promulgação da emenda nesta segunda-feira (15 ) à noite. A emenda cria mecanismos de ajustes das contas públicas e viabiliza o auxílio emergencial.

“A medida tem o objetivo de estabelecer aquilo com que a presidência do Senado e da Câmara se comprometeram: um protocolo fiscal que estabelece e conceitua a responsabilidade fiscal, tão necessário para este momento de necessidade de flexibilidade no Brasil para se alcançar pessoas necessitadas através de um auxilio emergencial”,  destacou.

Pacheco ressaltou que a medida combina acessibilidade social e responsabilidade fiscal.  “É uma emenda constitucional necessária, que mescla a acessibilidade social de permitir que, neste ambiente de calamidade e profunda tristeza nacional, o Estado possa estar presente na vida das pessoas com a instituição de um auxílio emergencial. Mas, ao mesmo tempo, com responsabilidade fiscal diante de um protocolo que é instituído pela proposta”, declarou.

Demora no auxílio emergencial pode colocar CPI da Covid no Senado

Há alguns dias, Rodrigo Pacheco afirmou que seria possível abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a conduta do governo na pandemia. Agora, dia em que ele cobra a edição da MP, a possibilidade de uma CPI pressiona novamente o governo.

Leia ainda: Senado cria Frente Parlamentar Antirracismo

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.