Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Procura por testes de Covid-19 aumenta 35% na rede particular

Os testes do tipo RT-PCR são os mais procurados na rede particular do Brasil. Segundo a Abramed (Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica) cresceu 35% a demanda. Ela é responsável por processar 60% dos exames realizados.

Em suma, os especialistas acreditam que a alta ocorre devido a aproximação das festas de fim de ano. Porém, é preciso entender que realizá-los não garante imunidade e os resultados negativos podem ser falsos.

A falsa sensação de segurança que os testes passam faz com que as pessoas relaxem. Assim, sem tomar os cuidados necessários é possível que as infecções em janeiro sejam enormes.

Aumento de testagem

O grande número de testes feitos foram entre os dias 25 de novembro e 25 de dezembro. A escolha pela rede particular é porque a pública só os realiza em caso de suspeita. Assim, para fazê-los sem custo necessita ter entrado em contato com infectados ou ter sintomas.

De acordo com o presidente da Abramed, mais de sete milhões de exames já foram realizados. Sendo que na capital a procura aumentou 70% apenas no mês de dezembro se comparado ao anterior.

Em São Paulo até sábado (26) houveram os seguintes números:

  • 1.423.340 infectados pela Covid-19;
  • 45.808 mortes;
  • Média diária de casos no estado de 5,6 mil confirmações. 

Falso negativo

Precisa-se de cuidado ao confiar nos resultados, pois existem casos negativos em pessoas infectadas. Isso porque indivíduos assintomáticos podem não produzir anticorpos em seu sistema imunológico para ser identificado.

Eles podem também apresentar poucas partículas virais, a ponto de não serem achados. Porém, ainda permitem a tranmissão do vírus. Por isso os falsos negativos são extremamente perigosos para quem não mantém os cuidados.

Os exames têm sido feitos em laboratórios ou farmácias da rede particular. Sendo que a maioria das pessoas opta pelo de saliva – mais barato e menos invasivo. Mas ele pode não ser totalmente conclusivo, existindo ressalvas acerca de seus resultados. 

Já o exame que utiliza secreção do nariz e garganta é o mais eficaz e confiável. Entretanto, também pode apresentar a falha do falso negativo devido ao que já explicamos. Recomenda-se realizá-lo somente após o quarto dia de sintomas.

Outro ponto a se notar é que já ter contraído a doença não garante imunidade. Isso porque cientistas notaram casos em que pacientes não produziram anticorpos suficientes para entrar em contato novamente.

Rede Particular

O aumento de testagem em rede particular no final do ano é preocupante. Porque significa que existe um número considerável de brasileiros que pretendem se aglomerar. O que pode gerar um aumento de casos no próximo mês.

É importante ressaltar a necessidade de que todos mantenham seus cuidados. Evitando aglomerações, usando máscara e lavando as mãos, para que o fim da doença esteja próximo.

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.